A Câmara contou com 5 cinco Proposituras para ser analisadas pelos vereadores.

A 31.ª Sessão Ordinária e 10.ª Extraordinária da Câmara Municipal realizada nesta manhã de terça-feira,09 contou com 5 cinco Proposituras para ser analisadas pelos vereadores, (3) Propostas passou em primeira votação no Plenário (1) uma aprovada em discussão única, e (1) uma aprovada em segunda e última votação,

As proposituras que tramitaram na Casa de Leis nesta reunião semanal foram o Veto Parcial ao Projeto de Lei n.º36/2018 de autoria do vereador Carlos Eduardo Barbosa (PTB) o Cadu Barbosa, Projeto de Lei que obriga restaurantes, bares, lanchonetes, barracas de praia, ambulantes e similares autorizados pela prefeitura a usarem e fornecerem canudos de papel biodegradável e ou reciclável individual e hermeticamente embalados com material semelhante.

O vereador (Cadu Barbosa - PTB), solicitou para a Prefeitura que proibisse o uso de canudos de plásticos, com substituição para canudos de papel ou material que não agrida a natureza. A proposta foi aceita parcialmente e será analisada pela prefeitura para um entendimento melhor e com inclusão de mais materiais poluentes da natureza.

Em segunda votação tramitou o Projeto de Resolução n.º 03/2018 com a autoria da Mesa Diretora da Câmara com a intenção de concluir e instalar a Ouvidoria do Legislativo do Município, proposta aprovada e finalizada com 17 votos favoráveis.

Já em primeira discussão estiveram para ser apreciados pelo Colegiado as propostas n.º46/2018 de autoria do Executivo Municipal, solicitando abertura de credito adicional suplementar, para o Orçamento vigente. Proposta aprovada com 17 votos favoráveis. A proposta retorna para uma segunda e última votação na próxima Sessão.

O Projeto de Lei Complementar de n.º 21/2018 com a autoria do Executivo Municipal foi retirado da pauta, pelo vereador e vice-presidente da Casa Hugulino Alves Ribeiro (MDB) o Hugo Ribeiro para um melhor estudo do Projeto que será pautado em uma outra sessão.

Finalizando a Pauta do dia, foi aprovado com 16 votos favoráveis o Projeto de lei n.º 40/2018 de autoria do vereador Roberto de Andrade e Silva (MDB) o Betinho Andrade, declarando como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Município de Praia Grande, a Encenação do Espetáculo Paixão de Cristo. Ainda nesta terça feira,09 também contou com a 10.ª Sessão Extraordinária.