A eleição ocorreu por meio de cédulas e cada vereador votou em um cargo separadamente



A nova composição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Praia Grande votada nesta manhã de terça-feira (25) entrará para a história do Município. Além do presidente Ednaldo dos Santos Passos, o Reco (SD), ser reeleito por unanimidade pelo Colegiado da Casa, ele será o primeiro presidente a presidir a Câmara Municipal, por dois mandatos consecutivos, gestão 2017/2018 e 2019 a 2020. O Parlamentar que presidiu por duas vezes o Legislativo foi EdsonMilan em dois mandatos como vereador, o primeiro com a gestão de 1995 a 1996 e o segundo em 2003 a 2004.

“As nossas obrigações não devem ser deixadas de lado nunca. Temos que dar as mãos para cuidar da cidade onde vivemos. Agradeço a confiança depositada em meu trabalho e pretendo retribuir com minha lealdade, as portas do gabinete estará aberta a todos e na hora que precisar”. Disse o presidente Reco.

A vereadora Janaina Ballaris Silva (PT) a Janaina Ballaris, atualmente no cargo de segunda secretaria da atual gestão 2017 a 2018 foi eleita vice-presidente da Câmara Municipal para a gestão 2019 a 2020. Ela é a segunda mulher da história de Praia Grande a integrar a Mesa Diretora. O fato não ocorria há mais de 40 anos na Cidade.

A primeira e única mulher, até então, a fazer parte da Mesa Diretora foi Layde Reis Loria, que foi primeira secretária da Câmara Municipal, durante a segunda Legislatura (1973-1976), no biênio 1975-1976. A ex-primeira dama do Município, falecida em 2009, ainda foi vereadora por outro mandato no período de 2001 a 2004.
                                                                                
Eleito como primeiro secretário o vereador Marcelino Santos Gomes (MDB) o Marcelino Gomes, Parlamentar atuante, está em seu segundo mandato conquistado nas Urnas com 4.031 votos e importantes projetos aprovados na Casa; juntamente com o vereador Isaias Moises dos Santos (PTB) o Isaias Cabelereiro, que em seu primeiro mandato já conquistou o cargo de segundo secretário da Mesa Diretora no Legislativo.

A eleição ocorreu por meio de cédulas e cada vereador votou em um cargo separadamente, sem que houvesse a formação de chapas pré-definidas, já que o Regimento Interno não obriga a composição das mesmas, sendo convidado sempre dois Parlamentar para conferir e verificar as cédulas de votação.